Aluno da Escola Eney Santana ganha a primeira medalha nas Paralimpíadas Escolares 2019

Evento reúne mais de mil atletas com deficiência de 26 estados brasileiros e do Distrito Federal

Alunos da Escola Eney Santana, mantida pela Apae de São Luís, participam da Paralimpíadas Escolares 2019 que está sendo realizada entre os dias 18 e 22 de novembro de 2019, no Centro de Treinamento Paralímpico, na cidade de São Paulo (SP). A finalidade das Paralímpiadas é estimular a participação dos estudantes com deficiência física, visual e intelectual em atividades esportivas de todas as escolas do território nacional, promovendo ampla mobilização em torno do esporte. A primeira medalha dos competidores da Apae de São Luís foi na modalidade atletismo, Pedro Herinque Nunes, ficou em 3º lugar nos 75m, categoria sub 16, classe T-54.


A Apae de são Luís participa da competição com 6 alunos concorrendo em três modalidades: atletismo, natação e tênis de mesa. No atletismo temos 3 atletas Pedro Henrique Pinto Nunes, Carlos Arthur Sousa Pereira e Gabriel Sousa Tavares; na modalidade natação temos Marcos de Matos Lindoso; já no tênis de mesa: Carlos Alexandre Pereira Muniz e Samily Pereira Santos. Os atletas estão acompanhados dos professores José Herinque Azevedo, que também é chefe da delegação maranhense paralímpica, o professor Manuel Galdino Costa, técnico de natação e o professor José Ribamar Soares Ribeiro, técnico de Atletismo.


Esse é um dos maiores eventos esportivos para atletas com deficiência em fase escolar, organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro – CPB. Mais de 1.220 estudantes de todo o país participam das competições. Eles representam 26 estados brasileiros e do Distrito Federal. Os jogos são divididos nas seguintes modalidades: atletismo, natação, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas, bocha, basquete em cadeira de rodas, vôlei sentado, badminton, futebol de 5, futebol de 7, goalball e judô. Este é um dos maiores eventos mundiais da categoria. Desde a primeira edição dos jogos, em 2009, inúmeros talentos do paradesporto brasileiro já passaram pelas disputas escolares.





Destaques