top of page

PROFISSIONAIS DA SAÚDE E EDUCAÇÃO SÃO CERTIFICADOS EM ABA




A inclusão é uma jornada que celebra cada passo dado em direção à igualdade e ao respeito! Na última sexta-feira (26), a APAE de São Luís teve a honra de certificar 34 profissionais da saúde e educação em Análise do Comportamento Aplicada (ABA), marcando o fim do projeto "Inclusão Social da Pessoa com Deficiência através da Terapia ABA".

 

A iniciativa, fruto de uma parceria entre a instituição, a SEMCAS, CMDCA e a Prefeitura de São Luís, teve como objetivo primordial capacitar equipes de reabilitação e educação para atender crianças e adolescentes com Transtorno do Espectro Autista (TEA) por meio da metodologia ABA. Sob a tutela do Instituto Evoluir, renomada referência na área, os profissionais foram submetidos a uma formação completa e de alto nível em ABA, uma ciência fundamental para o atendimento de pessoas com TEA e outras neurodiversidades.

 

Emanuele Costa, Gestora dos Serviços de Saúde da APAE de São Luís, destacou a importância dessa formação: "Investimos quase dois anos na capacitação desses profissionais, o que representa um avanço significativo para o atendimento especializado em nossa comunidade. Agradeço imensamente às parcerias com a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social - SEMCAS, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente - CMDCA e Prefeitura de São Luís, que foram essenciais para o sucesso deste projeto."

 

Essa ação reflete o compromisso contínuo da APAE de São Luís e de seus parceiros com a promoção da inclusão social e educacional de pessoas com deficiência intelectual e múltipla. Ao proporcionar a formação de profissionais altamente capacitados, a instituição e seus colaboradores reforçam sua missão de atuar de maneira eficaz e humanizada junto a essa população tão especial.

 

O evento contou com a presença de Alexandrey Melo, Superintendente da Área de Educação Especial da Secretaria Municipal de Educação, representando a Prefeitura de São Luís, Dra. Polliana Galvão, Diretora do Instituto Evoluir, Édila Kariny Bandeira Telles de Souza e Darly Maria Machado, ambos da Comissão de Monitoramento de Projetos do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de São Luís – CMDCA.

 

Para recepcionar os convidados, os alunos do CAEE Eney Santana apresentaram um número artístico, demonstrando o Reggae, um dos ritmos trabalhados no "Projeto Oportunizar: Arte-Educação e Inclusão Social da Pessoa com Deficiência", também realizado em 2023 em colaboração com SEMCAS, CMDCA e Prefeitura de São Luís.



Comments


Destaques
Últimas notícias
Pesquisar por Tags
Siga-nos
  • Facebook Classic
bottom of page